Guia de viagem de Ticino – dicas do que fazer na Suíça italiana

Fonte: MySwitzerland

A Suíça é dividida em 26 cantões (que são como Estados, para nós brasileiros) e Ticino é o único cantão italiano, representando 6,8% da área total da Suíça.

Situado ao extremo sul do país, faz fronteira com os cantões suíços de Uri, Valais e Grisões (Graubünden, em alemão) e com a Itália. Portanto, a língua oficial é o italiano – ou o dialeto local, suíço italiano.

O nome Ticino surgiu por conta do Rio Ticino (Tessin, em alemão) que passa pela região. O cantão é uma área importante para o cultivo de uvas e produção de vinhos suíços de excelente qualidade.

Veja aqui nosso guia completo sobre os melhores vinhos suíços.

Na região vivem cerca de 350 mil pessoas e mais de 27% são estrangeiros. As cidades mais conhecidas são: Locarno, Lugano e Bellinzona. Nessas pequenas cidades temos realmente a sensação de estar na Itália, com palmeiras, lagos e vielas, que levam a pizzarias e igrejinhas.

Fonte: MySwitzerland.com

Já leu nosso guia básico para férias na Suíça? Clique aqui e conheça as diferentes regiões do país.

A parte italiana da Suíça, apesar de pequena, é fantástica! Uma mistura de passado e futuro, natureza e cultura, montanhas e planícies.

Lago Maggiore


O Lago Maggiore tem cerca de 212km² e é dividido entre a Itália e a Suíça, sendo que 80% está em território italiano e 20% apenas em território suíço. Também chamado de Lago Maior, em português, este é um dos principais lagos dos Alpes e é o segundo maior lago da Itália.

Este é um destino muito procurado pelos suíços para passar férias, devido ao clima ameno e a beleza do local.

Fonte: MySwitzerland.com

Para fazer passeios de barco no lago, visite este link: http://www.villataranto.it/en/

Fonte: Ticino.ch

Mais informações: http://www.illagomaggiore.com/en_US/home

Dica Imperdível: Quem está na região durante a primavera e verão, não pode deixar de visitar o jardim botânico do Villa Taranto. Este jardim foi considerado um dos 18 jardins mais bonitos do mundo e conta com mais de 20 mil espécies de plantas. Definitivamente, vale a pena a visita, principalmente se tiver a chance de visitar um dos eventos organizados ali, como por exemplo a Semana da Tulipa.

O jardim está aberto a partir de 15 de Março de 2017.

Fonte: Il Lago Maggiore.com

Ascona


Ascona está localizada na costa norte do lago Maggiore e é famosa pelo seu clima ameno. Além de passear pelo centro histórico da cidade e fazer caminhadas incríveis, o local também é perfeito para a prática de esportes aquáticos e passeios de barco no lago Maggiore.

O centrinho é repleto de lojinhas, cafés e restaurantes e você também pode visitar a basílica de San Pietro e Paolo, que data do século 16.

Fonte: Ticino.ch

Mais informações: http://www.ascona-locarno.com/

Locarno


Locarno é a cidade com o clima mais quente de toda a Suíça 🙂

Está localizada ao norte do lago Maggiore. Ruas estreitas da cidade velha levam você ao coração de Locarno, até a Piazza Grande (praça grande).

Fonte: Comunidade Lusa

O castelo Visconteo, do século 12 é hoje um museu arqueológico que abriga artefatos da Idade Média. A igreja Madonna del Sasso, localizada nas montanhas, um pouco acima de Locarno, também é um ponto bastante visitado, com uma linda vista da cidade.

Dica imperdível: Acima de Locarno, está localizada a montanha Cardada e no seu cume, a 1’670m acima do nível do mar, foi construído um mirante incrível. Dali é possível ver o ponto mais baixo (Lago Maggiore) e o ponto mais alto (Pico Dufour no Monte Rosa) da Suíça. Para saber mais sobre este passeio, veja nossa resenha completa.

Fonte: Cardada.ch
Fonte: Cardada.ch

Para chegar até lá, basta pegar um trem até a estação Locarno-Orselina e depois o teleférico desenhado pelo famoso arquiteto suíço Mario Botta. Veja aqui os preços e horários do teleférico: http://www.cardada.ch/en/timetable-fares/timetable

Valle de Locarno (Valli di Locarno)


Perto dos resorts de Locarno e Ascona estão estes incríveis vales. Os mais conhecidos são:  Cenovalli, Onsernone, Maggia e Verzasca.

O valle Verzasca é um dos pontos mais incríveis para conhecer na região. Rios e pequenas piscinas naturais de cor verde esmeralda formadas entre pedras brancas são bem convidativos para um mergulho, principalmente no verão. Ao final do vale, uma aldeia chamada Sonogno preserva sua antiga aparência com casas de pedras e também merecem uma visita.

Fonte: Globeholidays.net
Fonte: MySwitzerland

O vale Onsernone é cheio de florestas e águas cristalinas. Os caminhos levam você através de vales profundos e selvagens. O vale dos Cem Vales (ou Centovalli) é famoso pelo passeio na estrada de ferro Centovalli e suas incríveis pontes.

O Vale Magia tem cerca de 40 lagos e uma grande riqueza de fauna e flora. A cachoeira em Foroglio e a cascata del Salto valem a pena ser visitadas. Esta região também é rica em história, como a igreja Madonna delle Grazie, com afrescos renascentistas.

Mais informações: www.vallemaggia.ch

Aventura: Uma atração para quem gosta de aventura é o bungee jump na barragem Verzasca, a 220m de altura, no lago de Vogorno. Este local tornou-se ainda mais conhecido após a gravação de uma cena do filme Golden eye do James Bond, onde o ator salta da barragem.

Fonte: Get your Guide

Quer mais aventura na Suíça? Veja nosso artigo sobre a Pontr Trifft, uma ponte suspensa a 100m de altura.

Há também a igreja San Giovanni Battista, em Mogno, feita em mármore e granito, com um design todo arrojado projetada pelo arquiteto suíço Mario Botta.

Valle di Blenio


O vale de Blenio fica a 1914 metros de altitude, abaixo do vale Biasca. No verão, o local é perfeito para trilhas.

Bedrettotal


O vale Bedrottotal (Val Bedretto) vai do passo São Gotardo até o passo Nufenen. Com uma linda paisagem, este local se torna propício para caminhas e mountain bike no verão.

Bellinzona


Três castelos que fizeram parte das fortificações da cidade em defesa dos Alpes e hoje são Patrimônios da Humanidade da UNESCO. São eles: Castelgrande, Castello di Montebello e Castello di Sasso Cobaro.

Fonte: MySwitzerland

Bellinzona, que é a capital do cantão Ticino, também é rota de três famosos passos de montanha: São Gotardo, São Bernardino e Lucomagno.

Já explicamos o que são “passos de montanha” e mostramos alguns dos mais bonitos passos da Suíça aqui: http://swissguide.net/2016/11/10/pass-ou-passos-de-montanha/

Lugano


Lugano é a maior cidade do Ticino e também a maior cidade de língua italiana fora da Itália. Fica às margens do lago de Lugano e é rodeada por Alpes e montanhas. O lago de Lugano oferece uma diversidade de esportes aquáticos, caminhadas, trekking, moutain bike, entre outras atividades.

Fonte: Lugano Turismo

Próximo a cidade está a vinícola e adega Moncucchetto, um ambiente com design sofisticado de três andares, onde são realizadas degustações de vinhos, seminários, eventos, cursos de culinária e jantares.

Suíça em miniatura: Este passeio é diversão para toda a família! Você encontra a Suíça em escala menor, com 120 réplicas de casas, castelos e monumentos ao ar livre em um grande parque. O Swissminiatur está a 15 minutos da cidade de Lugano.

Fonte: Ticino Top Ten

Mais informações: http://www.swissminiatur.ch/en

E para quem está interessado em compras, o Outlet Fow Town é o melhor não apenas da parte italiana mas de toda a Suíça! Fica localizado na cidade de Mendrisio e oferece bons descontos de marcas famosas como: Adidas, Armani, Burberry, Calvin Klein, Diesel, Fendi, Gucci, Guess, Hugo Boss, Lacoste, Michael Kors, Quicksilver, Timberland e muito mais.

Para mais informações sobre a região do Ticino: http://www.ticino.ch

Que tal conhecer a Suíça acompanhado de um guia turístico que fala português? Entre em contato conosco, conhecemos os melhores guias brasileiros na Suíça!

Imprimir
Compartilhe:

1 Comment

3 Trackbacks / Pingbacks

  1. Os melhores outlets da Suíça! - Swiss Guide
  2. Guia básico para férias na Suíça - Swiss Guide
  3. Visita a vinícola "Terreni alla Maggia" em Ascona - Swiss Guide

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*