Guia de viagem de Genebra – Dicas do que fazer na Suíça Francesa

Crédito: Site Panoramio

A Suíça francesa, também chamada de Suíça romana, compreende os cantões de Genebra, Neuchâtel, Jura e Vaud. Além disso, possui partes em outros cantões como Valais, Berna e Friburgo. A população desta região representa 20% de toda a Suíça e a língua oficial é o francês.

Assim como todo o resto da Suíça, a parte francesa é super organizada, as cidades são limpas, o transporte público é pontual,  ciclo faixas para todo o lado e as cidades são super seguras.

Genebra é a segunda cidade mais populosa da Suíça, com 190 mil habitantes, sendo 40% estrangeiros. Com uma das melhores qualidades de vida do planeta, está situada na beira do Lago Léman (também conhecido como Lago de Genebra) e é rodeada por Alpes, incluindo o famoso Mont Blanc,  o pico mais alto da Europa, com 4.810 metros de altitude.

Fonte: MySwitzerland.com

Um dos principais pontos turístico de Genebra é o Jet d´eau, uma fonte no lago, cujo jato de água alcança 140 metros de altura.

Veja aqui um vídeo lindo da fonte. 

Outro local muito procurado pelos turistas é a Vieille Ville (Cidade Velha), um local perfeito para uma caminhada, onde encontram-se galerias de arte, tabernas de vinho e a centenária Catedral Saint Pierre.

O monumento da cadeira gigante quebrada é um ponto bastante visitado da cidade. Trata-se de uma escultura de 12 metros de altura na Praça das Nações (Plac des Nations), que representa um apelo da organização humanitária Handicap International, para que todas as nações assinem pela proibição de minas terrestres.

Fonte: 20minutes.fr

É possível também fazer uma visita guiada ao escritório da ONU, no Palais des Nations, no centro de Genebra. O passeio dura cerca de 1 hora e o valor da entrada é de CHF 10.00. Para mais informações sobre este passeio, clique aqui: Escritório da ONU

Fonte: Geneva.info

Já viu nosso guia completo de Zurique? Não deixe de visitar esta linda cidade.

Também conhecida como a capital da paz, Genebra é sede do Comitê Internacional da Cruz Vermelha e hospeda o Museu Internacional da Cruz Vermelha que pode ser visitado.

A CERN (Organização Europeia para a Investigação Nuclear) também oferece visitas guiadas gratuitas no maior laboratório de física do mundo, onde podem ser vistos os mistérios do Universo, e  o Globe for Science and Innovation (um globo gigante, de 27m de altura por 40m de diâmetro). Veja mais aqui: CERN

Fonte: Geneva Tourism

Para atravessar de uma margem à outra do lago, você pode experimentar o taxi aquático, conhecidos como Mouettes. As saídas acontecem a cada 10 minutos na alta temporada, que vai de abril à outubro. Mais informações sobre este passeio aqui: Mouettes

Quem estiver com mais tempo  pode fazer passeios com barcos maiores, pelo lago de Genebra.

Fonte: Geneva.info

O Parque dos Bastiões (Parc des Bastions) foi o primeiro parque público de Genebra, fundado em 1817. Possui vários monumentos, estátuas e fontes, além de 50 variedades de árvores raras.

Quer saber mais sobre curiosidades suíças? Veja nossa resenha do livro ” The Complete Switzerland”!

Para quem gosta de cultura, o Museu do relógio chamado Patek Philippe conta a origem deste acessório, em 500 anos de história da relojoaria. Outro museu bastante visitado é o Museu Ariana, que retrata a arte em cerâmica e vidro e sua história.

Outra dica de museu bem interessante é o Museu dos Transportes de Lucerna. Clique aqui e veja tudo sobre este paraíso do entretenimento.

Conheça também o Monumento Brunswick e a Place du Bourg-de-Four (praça mais antiga da cidade). E para quem vai na primavera ou verão, nossa dica é o Jardim Inglês (Jardin Anglais), um grande relógio em forma de flor.

Fonte: Site Make my Trip

Também é possível atravessar o lago e ir ao país vizinho, a França. Com um teleférico, que te leva a uma altitude de 1100 metros no Monte Saleve (Mont Salève) em menos de cinco minutos, você pode ter uma vista panorâmica do lago, da cidade de Genebra, dos Alpes e do Montblanc. Veja o site oficial: Teleferico Saleve

Fonte: Geneva Tourism

No verão, Genebra se transforma e o clima de praia contagia a cidade. Muitos clubes públicos oferecem praia artificial, piscinas, spa, saunas, vestiários e restaurante na orla do lago. Além disso, muitos esportes aquáticos como windsurfe, esqui na água e wakeboard podem ser praticados a partir desses locais.

Também existem opções de esportes mais radicais, como rafting e canoagem nos rios Arve e Rhone, que ficam mais agitados no verão por conta do degelo dos Alpes.

Encontro dos rios Arve e Rhone. Fonte: site Traveling to World

A 30 minutos de Genebra está a cidade de Nyon, com muita história dos tempos dos romanos e dos celtas para contar, através de fortificações do Império Romano.

Para mais informações sobre a cidade, veja aqui: Site oficial de Genebra

Imprimir
Compartilhe:

3 Trackbacks / Pingbacks

  1. Guia de viagem de Gruyères: queijo, chocolate, castelo e muito mais! - Swiss Guide
  2. 10 cidades charmosas para conhecer na Suíça - Swiss Guide
  3. Guia básico para férias na Suíça - Swiss Guide

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*